Hoje, me fala de você. Dos momentos em que a vida lhe doeu tanto que você

achou que não iria aguentar. Fala das músicas que compõem a sua trilha

sonora. Dos poemas que você poderia ter escrito, de tanto que traduzem a sua

alma. Senta perto de mim e mesmo que estejamos rodeados por buzinas, gente

apressada, perigos iminentes, faz de conta que a gente está conversando no

quintal de casa, descascando uma laranja, os pés descalços, sem nenhum

compromisso chato à nossa espera. A gente já brincou tanto de faz-de-conta

quando era criança, onde foi que a gente esqueceu como se chega a esse lugar de

inocência? Fala da lua que você admirou outra noite dessas, no céu. Da

borboleta que lhe chamou à atenção por tanta beleza, abraçada a alguma flor,

como se existisse apenas aquele abraço. Diz se quando você acorda ainda ouve

passarinhos, mesmo que não possa identificar de onde vem o canto. Diz se a sua

mãe cantava para fazer você dormir.(...) Deixa os nossos olhos se encontrarem

vez ou outra até nascer aquele sorriso bom que acontece quando a vida da gente

se sente olhada com amor. Senta apenas ao meu lado e deixa o meu silêncio

conversar com o seu. Às vezes, a gente nem precisa mesmo de palavras.

(Ana Jácomo)

Leia também:
Sua opinião:
comentou em 22/11/2011 01:48
Nossa! Lindo, lindo!
respondeu em 22/11/2011 20:23
Ei Larissa,

Ana Jácomo expressou bem o que é o valor do silêncio....

Bjs e obrigada
comentou em 22/11/2011 10:46
Oi amiga, bom dia!!

Muitas vezes precisamos apenas do silêncio e da inocência da criança... lindo!!!

Parabéns e um lindo dia!
Bjs
Lu
respondeu em 22/11/2011 20:26
Ei LU,

Exatamente amiga, o mundo nos atribula tando que esquecemos nossos maiores valores, perdemos a inocência e esquecemos de viver, nos isolamos de tudo e todos...as vezes precisamos de ter um tempo pra nós e ter um alguém apenas para trocarmos o olhares e silencios...

Beijos
comentou em 22/11/2011 11:48
Senta apenas ao meu lado e deixa o meu silêncioconversar com o seu. Às vezes, a gente nem precisa mesmo de palavras. Amo Ana Jácomo Ceci
Bjs no ♥

respondeu em 22/11/2011 20:35
Ei Jê,

Eu também a aprecio muito pela forma simples e objetiva de se expressar....

Beijos
comentou em 22/11/2011 11:48
As vezes a gente nem precisa mesmo de palavras para sentir o que se passa a nossa volta ! Abraços
respondeu em 22/11/2011 20:37
Com certeza Maria, basta sentirmos que não estamos sós ja é suficiente para percebermos que a vida nos surpreende sempre...

Beijos
HAAAAAAAAAAAAAAAA! quanto tempo não se brinca de FAZ de CONTA ...
Onde foi que agente ESQUECEU, como se chega a este LUGAR de INOSCENCIA??
aonde foi parar O TEMPO. que se brincava descalço.
que se PARAVA para ouvir o CANTO dos PÁSSAROS ...
AONDE FOI PARAR O TEMPO??????????
CECILIA que texto!
Que maravilha,!!!!!.
abraço Amiga.
Alice g d maia.
respondeu em 22/11/2011 20:40
Alice minha querida,

Exitem tantas coisas da vida que nos mesmos anulamos, desacreditamos.Perdemos valores, e acabamos em meio as lembranças que aos poucos vão se esvaindo ...Onde foi nossa inocência? os nossos sentimentos, a nossa alegria...., a nossa infância, onde?

Bjs Amiga e obrigada